Espectros

À noite,

sombras esquálidas e enigmáticas

sobre as portas do meu quarto,

imagens frágeis e maleáveis

alí, subitamente postas,

falam de coias mortas.

E meu sonho tumultuado

percorre estradas tortas,

o mesmo caminho por mim andado.

Por momentos,

vivo tormentos.

Encontro espectros do meu passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *